Deviant Login Shop  Join deviantART for FREE Take the Tour
×

:icongcobain: More from gcobain


More from deviantART



Details

Submitted on
January 30, 2011
File Size
617 bytes
Link
Thumb

Stats

Views
115
Favourites
3 (who?)
Comments
2
Downloads
0
×
Anunciada um mar de rosas,
Dotada da profunda confiança,
Afirmando a falsa segurança,
Acaba a rastejar nas fossas.

Essa espécie de sentimento,
Pretexto para óbito acabado,
Portando o sorriso riscado,
Até ao inevitável tormento.

Confiança é de cada um,
Sou pobre e maldito,
Não cedo a nenhum,
Esse olhar não fito.

E percorro as negras ruas,
Observando a morbidade,
Que matará esta triste cidade,
Repleta de medíocres almas cruas.  
Gonçalo Cardeira © 2011
:iconencaitarherenvarno:
EncaitarHerenvarno Featured By Owner Feb 7, 2011  Student Writer
"E percorro as negras ruas,
Observando a morbidade,
Que matará esta triste cidade,
Repleta de medíocres almas cruas."

Não sei se te referistes a uma verdadeira cidade, ou se foi só uma alusão a qualquer coisa, mas gostei principalmente desse trecho, que mostra o que acontece por todo o mundo hoje em dia.

Minha interpretação deve estar fora de contexto, mas é o que eu achei, e gostei do poema! :D
Reply
:icongcobain:
gcobain Featured By Owner Feb 8, 2011  Student Writer
Está correcto :) esse verso não é relativo a uma cidade especifica, é geral.

Obrigado :)
Reply
Add a Comment: